9.30.2015

Healthy: the big plan! #12

Já há algum tempo que não falávamos em coisas saudáveis, certo? 

Acho que as férias estragam um bocadinho, "a linha"! 

Hoje deixo-vos uma sugestão, que foi o meu jantar de ontem, e à qual faço imensas vezes! É óptimo como entradas num jantar mais formal, ou até mesmo como jantar, assim mais em modo saudável e leve. 



Super simples, fácil e eficaz! Rápido e delicioso :) 

Contém:

- Tomate;
- Queijo Mozarella 
- Óregãos e pimenta 

- Cogumelos salteados (só com um fio de azeite e alho) 

Et voilá! 


Leituras da Chiclet #3 especial Grey

Agora assim de repente, até pensei que estava enganada no número da rubrica (tive mesmo de ir confirmar!). Está visto que das duas, uma: ou o blogue é mesmo um bebé aqui pela blogosfera (que é!), ou vocês não são muito dados a leituras e preferem outras rubricas... ou tenho mesmooo que começar a falar dos milhentos livros que tenho na estante, e não só dos novos que leio! (Esperem lá, era "das duas, uma", já vamos em três. Shame on me!

Mas falando agora do assunto livro que me trouxe aqui, eis que é hoje que vos vou (finalmenteeeeeeee!) dar a minha opinião sobre o tão badalado quarto livro do Mr. Grey (ou deveria dizer PRIMEIRO, em vez de quarto?!). Confessem que estavam desejosas! :)

O Tanas é que nos espera já de seguida, O Senhor Tanas! 

Meus bons amores, é com grande pesar que vos escrevo este post.

Eu, e acredito piamente que outros tantos milhares (ou milhões) de mulheres por este mundo fora, estivemos MESES, à espera do tão badalado e desejado quarto livro do Grey. 

Acredito também que, e tal como eu, à espera da continuação da história, todo um "felizes para sempre", dentro das 50 sombras claro está. A continuação de uma história de que nos agarrou de tal forma, que era ver o mulherio a ler 600 páginas num abrir e fechar de olhos, literalmente. Eu própria, li os três livros numa semana. Sofrendo e amando com eles (e não com o totó que escolheram para Mr.Grey no cinema, sem ofensas!). Estava curiosa para conhecer todo um novo Mr.Grey, agora com o nascimento do "pontinho", etc, etc. Assim mais "baunilhizado", por assim dizer (eu sei que vocês entendem!). A não ser, claro está, que era desta feita, escrito na pessoa do Grey.

Mas não. Preparadas?

Para quem ainda não leu (sinceramente, a não ser que se seja coleccionadora acho um pouco um desperdício de dinheiro, vá o meu não é desperdício porque foi oferecido por uma pessoa muito especial, valha-me isso!, mas acreditem que o-é), a modos que, o livro é EXACTAMENTE IGUAL AO PRIMEIRO. Assim, sem tirar nem pôr. EXACTAMENTE IGUAL. Página por página, parágrafo por parágrafo. E-mail, por e-mail. Palmada, por palmada. (Bem que mereciam, por esta jogada fabulosa de marketing!)

BULLSHIT, pura e dura.

OK, dá para perceber, em certas partes, um pouco melhor o estado de espírito e/ou pensamentos/atitudes do Grey. Mas, porra. Apenas isso! De resto, é EXACTAMENTE IGUAL.

Desculpem as maiúsculas, mas fiquei mesmo irritada. Tinha tantas esperanças acumuladas naquelas seiscentas páginas. No fundo, ninguém gosta de se desiludir, verdade?

Sabem o que vos digo?


MARKETING, puro e duro. Fabuloso, que dói. E o pior é que é verdade, caímos que nem umas meninas. 


  

E não me venham com tretas porque o que a malta pediu foi - obviamente - uma continuação. Quando estamos num concerto e pedimos "mais umaaaaaaa!", não é suposto cantarem 10x a mesma musica, mas sim "mais uma". Não mais uma vez. 

E como podem ver, demorei SEMANAS a ler o livro. Um atentado à minha pessoa, como bem sabem, demorar tanto tempo a ler um livro. Ainda para mais este. A sério, para mim pelo menos, tornou-se mesmo enfadonho. Preferia ter relido o segundo livro. Não sei se é por ter sido esta loucura toda, por já ter lido o livro, por já ter visto inclusivamente o filme... fartei. Parece que já conheço toda a história de tanto a ler, ver e conhecer. Esperemos que o segundo filme pelo menos seja bom, para tirarmos a barriguinha de misérias deste PRIMEIRO QUARTO livro. Valha-nos que o segundo, e principalmente o terceiro, de sonsos não têm nada! :)

Gostava muito de ler a vossa opinião! :)


xoxo


Image and video hosting by TinyPic

9.29.2015

9.26.2015

JLo a mostrar como se faz!

About last night. 

Jennifer Lopez, em modo rainha arrasadora. Como sempre aliás. 

A mostrar como é que se faz! :) 


Os looks like Carrie, tocam-me sempre o coração. ❤️

Xoxo


9.25.2015

Oh my... Zara! #22

Era só isto...

E era ver toda uma felicidade a emergir em mim. Felicidade pura. 






Xoxo 




Filmes da Chiclet #15 especial Nora Roberts

Hoje falar-vos-ei, não de um - como é habitual - mas sim, de CINCO filmes! Obaaaa, dizem vocês.

Decidi juntá-los todos num único post pois são todos com base em livros da Nora Roberts, que é só assim por acaso, a minha escritora preferida! 

Nestas férias não coloquei as séries em dia, mas tirei a barriguinha de misérias quanto a filmes. 

Podem vê-los - ou revê-los - muito facilmente, online ou na FoxLife (que foi onde eu vi). A FoxLife foi uma fofinha dos diabos e praticamente todas as noites numa semana deu um filme da Nora Roberts. (Era verem-me a dar saltinhos de alegria!)

Para quem é fã aconselho vivameeeeeeeente, todos eles! Se bem que já vos direi quais os meus preferidos, em filme, claro está. 




Bom, bom, sabem o que era? Lerem os livros novamente e de seguida verem os filmes! Pois era, digo bem. Gabo o tempo, a quem dele gozar. A sério, invejo mesmo! :(

Mas vamos lá então ao que interessa:

Autora de quase 200 best-sellers e vencedora de vários prémios literários, Nora Roberts é a verdadeira rainha dos romances. Com um tremendo sucesso de livraria e biblioteca, os seus romances rapidamente passaram das páginas do livro para o pequeno ecrã através de uma já vasta listagem de telefilmes. Com histórias reconhecidas a nível mundial que conquistaram um vasto público, a FOX Life decide criar um especial dedicado à escritora norte-americana com a estreia de nove filmes baseados nas suas histórias românticas recheadas de crime.
Nora Roberts foi a primeira mulher a entrar para o Romance Writers of America Hall of Fame e esteve durante meses nos tops dos best-sellers do New York Times. Com um portefólio de mais de 200 romances escritos, Nora Roberts é talvez uma das escritoras mais vendidas do mundo com mais de 400 milhões de cópias impressas. 
Nos seus livros as protagonistas são quase sempre mulheres que, no pequeno ecrã, são interpretadas por caras conhecidas da televisão e do cinema, tais como: Heather Locklear (em ‘Angels Fall’), Ashley Williams (em ‘Montana Sky’), Alicia Witt (em ‘Blue Smoke’), Claire Forlani (em ‘Carolina Moon’), LeAnn Rimes (‘em ‘Northern Lights’), Emilie de Ravin (em ‘High Noon’) ou a já falecida Brittany Murphy (em ‘Tribute).
 
Os meus preferidos e os que considero que vale mesmo a pena ver:

(Por ordem de preferência)


Carolina Moon ou Lua de Sangue



Tory Bodeen viveu a sua infância na Carolina do Sul, numa pequena casa degradada, onde o pai imperava com um punho de ferro e um cinto de cabedal. Em compensação, porém, havia a pequena Hope, que vivia ali perto, e cuja amizade tornava possível que Tory fosse aquilo que lhe não permitiam ser em sua casa: uma criança. Depois do brutal assassínio de Hope, que a polícia jamais esclareceu, a vida de Tory começou aos poucos a desfazer-se. Mas agora prepara-se para regressar à sua terra natal. À medida que forja novos laços de afecto com Cade Lavelle, o irmão mais velho de Hope, não consegue no entanto ter a certeza de que a tragédia que ambos experimentaram contribua de facto para os aproximar. Viver assim tão colada à memória de uma infelicidade que tanto a marcou virá a revelar-se mais difícil e mais assustador do que Tory alguma vez imaginara. Até porque o assassino de Hope anda também por perto.


Angels Fall ou Onde Caem os Anjos




Reece Gilmore foge de um passado traumático como única sobrevivente de um crime brutal em que viu todos os seus amigos morrer. Um dia chega a Angel’s Fist, um lugar idílico rodeado por belas montanhas, e decide aceitar um emprego no restaurante local como cozinheira. 

Reece cedo encanta os locais com os seus dotes de culinária. Afinal de contas, era uma famosa chefe de cozinha na Costa Leste, mas continua atormentada pelo crime de que foi vítima, e luta constantemente contra os pesadelos que a assombram. Até que um dia é a única testemunha de um novo homicídio…

Sendo tão frágil e dada a ataques de pânico, ninguém na cidade parece acreditar em Reece a não ser Brody, um irascível e atraente escritor de policiais. E quando uma série de eventos perigosos tornam claro que alguém está a tentar enlouquecer Reece e a eliminá-la do caminho, ela terá que confiar em Brody, e em si própria, para descobrir se existe ou não um assassino em Angel’s Fist.


Northern Lights ou Luzes do Norte

A vila de Lunacy é a última chance para Nate Burke. Como polícia em Baltimore, assistiu à morte do colega na rua, e a culpa ainda o persegue. Sem mais nenhum lugar para onde ir, aceita a função de Chefe da Polícia nessa pequena e remota vila do Alasca. 
Quando começa a perguntar-se se a mudança não terá sido um grande erro, um beijo imprevisto e arrebatador na passagem do ano, levanta o seu espírito e convence-o a ficar mais tempo. Meg Galloway, nascida e criada em Lunacy, está habituada à solidão. Era apenas uma jovem quando o seu pai desapareceu e teve de aprender a ser independente, pilotando a sua pequena avioneta e vivendo nos arredores da vila na companhia dos seus huskies. Depois do beijo ao novo Chefe da Polícia, permite-se ceder à paixão. E, agora, as coisas em Lunacy começam a aquecer. 
Há alguns anos, numa das majestosas montanhas que sombreiam a vila, ocorreu um crime que nunca foi resolvido e Nate suspeita que o assassino continua em Lunacy. A sua investigação vai desenterrar segredos e suspeitas, bem como trazer ao de cima o instinto de sobrevivência que fez dele um dos melhores polícias em Baltimore. O que ele não podia saber é que a sua descoberta vai ameaçar a nova vida e o novo amor.

Os restantes que vi e dos quais gostei (mais pela Nora Roberts e pelo livro em si), mas não adorei:
(Também por ordem de preferência)
Carnal Innocence ou Inocência Perdida




Na pequena cidade de Innocence, no Mississípi, os dias são compridos, as noites perfumadas e os segredos difíceis de preservar. Mas quando um assassino brutal ceifa as vidas das mulheres mais bonitas do local, amigos e vizinhos são obrigados a perguntar-se se se trata de um estranho à espreita no pântano... ou de alguém mesmo ali ao lado. 
Esgotada por uma carreira frenética como violinista, Caroline Waverly chega a Innocence na esperança de que a casa da sua falecida avó lhe providencie a tranquilidade de que tanto precisa. Mas Innocence tem algo mais para lhe oferecer: o bonito e encantador Tucker Longstreet. Tucker é conhecido pelos seus romances curtos e superficiais. Mas quando vê Caroline sente que ela é diferente de todas as mulheres que conheceu. A reservada violinista também sente uma excitação inesperada ao pé dele, mas quando descobre a terceira vítima nas águas pantanosas por trás da sua casa e Tucker é considerado o principal suspeito, o seu caso de Verão pode transformar-se num caso de… vida ou morte.


Blue Smoke ou Fumo Azul



(esta é a capa mais recente, eu tenho outra mas não encontrei)

Na pequena cidade de Innocence, no Mississípi, os dias são compridos, as noites perfumadas e os segredos difíceis de preservar. Mas quando um assassino brutal ceifa as vidas das mulheres mais bonitas do local, amigos e vizinhos são obrigados a perguntar-se se se trata de um estranho à espreita no pântano... ou de alguém mesmo ali ao lado. 
Esgotada por uma carreira frenética como violinista, Caroline Waverly chega a Innocence na esperança de que a casa da sua falecida avó lhe providencie a tranquilidade de que tanto precisa. Mas Innocence tem algo mais para lhe oferecer: o bonito e encantador Tucker Longstreet. Tucker é conhecido pelos seus romances curtos e superficiais. Mas quando vê Caroline sente que ela é diferente de todas as mulheres que conheceu. A reservada violinista também sente uma excitação inesperada ao pé dele, mas quando descobre a terceira vítima nas águas pantanosas por trás da sua casa e Tucker é considerado o principal suspeito, o seu caso de Verão pode transformar-se num caso de… vida ou morte.


Existem nove filmes resultantes de livros da Nora Roberts, a passar na FoxLife, e aos quais têm (também) facilmente acesso online. Dos nove, vi estes cinco, para já. 

Os três primeiros são de facto bons filmes, independentemente de se ser fã - ou não - da autora. Os últimos dois, são histórias maravilhosas, livros que vale a pena ler e releeeeeer, mas enquanto filmes deixam um bocadinho a desejar. Também é importante ter em conta que são - todos eles - filmes consideravelmente antigos e produzidos, na sua maioria, na década de 90 e não com todos os avanços de tecnologia de agora.

Quanto a vocês não sei, mas eu adoro ver filmes de livros que tenha lido! Já não é novidade que ADORO ler, e que ADORO a Nora Roberts - absolutamente tudo dela, sem excepção! -, mas é uma sensação tão boa ter lido os livros em questão há mil anos e, ao ver os filmes agora, recordar-me de praticamente tudo!

Tenho praticamente toda a colecção da Nora Roberts - cerca de 64 livros lidos, comprados e guardados, com todo o amor e dedicação na estante lá de casa (que só aqui entre nós está quase a vergar pelo peso... e não são móveis do IKEA!). Às vezes gosto de os ir arrumar (apesar de estarem arrumados). Reler um e outro. Ou simplesmente ficar ali a olhar para eles. Folhear, só quem ama ler entenderá. Comecei o meu longo caminho pelas leituras, com cerca de 12 anos, lembro-me de perder horas na Bertrand do Shopping a escolher um livro. O livro. Com a minha melhor amiga de infância, a minha Ritinha (uma amizade daquelas que valem mesmo a pena sabem? que perduram no tempo.) E foi assim que começou a minha paixão pela leitura, e pela Nora Roberts. Exactamente 12 anos depois, e mais de uma centena de livros lidos - por mero prazer, os da faculdade não contam! -, aqui estou eu, com um brilho nos olhos e a saltitar de alegria por ver a FoxLife a passar os filmes (que nem sequer sabia que existiam!) dos meus adorados livros. 


Por hoje, prometo não vos maçar mais nem com livros nem com filmes - PROMETO!

Mas espero, de coração, incutir-vos o gosto pela leitura. Vejam os filmes e digam-me o que acharam, sim? Há muitos fãs aí desse lado? :)


xoxo













Image and video hosting by TinyPic

9.24.2015

Unhas do mês #10

E parece que a rubrica está de volta! 

Desta vez, e de futuro, muito mais discretas. Desta vez optei pelo castanho. E pelo formato bailarina. E adorei! 





Xoxo




Xixi, cama!


Pois é, parece que a nossa ex-Spice Girl bebeu um pouco demais... E para além de ter de se apoiar no marido para conseguir sair da festa... Eis que a nossa Vivi se descuidou. E fez xixi nas calças. (Ou na cueca!) 

Acontece. Não sejam más pessoas. (Vá, teve a sua piada, confesso. Ou nem estaria a escrever o post). 

É ou não é mesmo caso para dizer: "xixi, cama!"

Vamos só fazer zoom? 






9.23.2015

Podia ter-me dado para pior! #87



















Top e calças (MEGA SALDOS!!): ZARA | Botins: LEMON JELLY | Mala: BENEDITA | Relógio: MICHAEL KORS

xoxo


Image and video hosting by TinyPic

9.22.2015

Podia ter-me dado para pior! #86

De hoje. Num look muito simples e descontraído. 

Espero que gostem :)


55.000 ❤️


E ao fim de 10 meses e 8 dias... é isto! 

Todo um coração cheio. Mil obrigadaaaaaaaaaaaaaas! 


Love u all ❤️