8.16.2017

New babies

So in love. 💕👟



Finalmente uns Gazelle que me fizeram apaixonar! Pela sua simplicidade, e consequentemente, versatilidade. E sei lá. ❤️

8.11.2017

Filmes da Chiclet #41 | ANNABELLE 2



Há muito que deixei de ver filmes de terror. Lembro-me de gostar deles em miúda - talvez ali dos 12 aos 15 anos - entretanto começaram a ser tão óbvios, tão pobres de história e conteúdo e tão maus no geral que os deixei de ver, simplesmente. 

No entanto, sabe-se lá porquê, vi A Evocação (ou Conjuring) que é o filme base, digamos assim, do Annabelle. 

Este é talvez um dos melhores filmes de terror dos dias de hoje, primeiramente porque tem história (e baseia-se em factos verídicos), e posteriormente porque não é óbvio: não é do género, ouvimos aquelas músicas de suspense e tanananannnn, aparece algo assustador. Não. Nada disso. É bom, e assustador qb! 

O filme relata-nos a história de um casal que anos após a trágica morte da sua filha, ele, um habilidoso artesão de bonecas e a sua esposa decidem, por caridade, acolher em sua casa uma freira e seis meninas de um orfanato. Atormentado pelas lembranças traumáticas, o casal ainda precisa lidar com um amendrontador demónio do passado: Annabelle, criação do artesão.

Vale muito, muito a pena! Vejam só os dois anteriores antes de verem este, embora não seja fundamental (nem necessário) no fim existem alguns pormenores que só assim entenderão. 

8.09.2017

Podia ter-me dado para pior! #200






Brincos: MISSANGA LOVE | Top: PULL & BEAR | Calças: STRADIVARIUS | Botins: PRIMARK | Mala e Relógio: MICHAEL KORS | Anel: CK


8.08.2017

Nova decoração 💛

De quando em vez lá me dá uns quaisquer vibes em que me apetece limpar o quarto de cima a baixo, assim mesmo tirar tudo do sítio, mudar a disposição das coisas... e a decoração! 

Acho que é essencial para nos sentirmos bem. Dá uma nova vida, um novo ar, um novo ânimo! Acho que nos faz bem à alma. Nem toda a gente dá tanta importância como eu dou à decoração, e às coisas arrumadinhas, e tal e tal. 

Acho que sou um bocadinho doente com estas coisas, mas o que é facto é que adoro ver tudo bonito. Acho que as nossas coisas são sempre um pouco o nosso reflexo. 

O quarto inicialmente - em Fevereiro - ficou todo em tons frios (branco, cinza e uns apontamentos embora muito pequenos em roxo/ beringela).

Desta vez estava na duvida entre três capas mas apaixonei me logo por esta,  talvez (muito) pelo amarelo. A minha segunda cor favorita. É uma cor feliz, alegre e acho que atrai coisas boas :) 

Mas vamos lá à mudança então!





Das pequenas coisas que me fazem verdadeiramente feliz 💛💛💛 não tem explicação. Amei, amei, amei.


O ANTES:



8.07.2017

Unhas do mês #29

Na verdade, já faz na quarta-feira uma semana que as fiz. Mas nunca mais me lembrei, por isso mais vale tarde do que nunca. Não é verdade? O formato desta vez como tínhamos pouco tempo ficou assim... mas prefiro o oval. A cor adoro: para destacar no bronzeado! :) 


Polish me pink 💅🏼

Filmes da Chiclet #40 | BAYWATCH

16 anos após a famosa série (onde todos recordarmos Pamela Anderson e a música do genérico!) as personagens mantêm-se, embora os actores sejam outros. 


Dwayne Johnson será Mitch Buchannon, Zac Efron é Matt Brody e Stephanie Holden é interpretada por Ilfenesh Hadera. 

O filme tem efectivamente algumas - talvez demasiadas - cenas "à filme", mas está muito bom. São duas horas extremamente bem passadas, bons actores, diálogos cheios de bom humor e boa disposição! Basicamente passamos quase todo o filme a rir. O que é bom, muito bom nos filmes dias que correm. 

Ainda não viram? Estão à espera de quê?

Deixo-vos o antes e o depois (depois digam-me de qual gostaram mais!): 









Já não sou rapunzel.

E não estou a saber lidar.



Antes:


Depois:


8.05.2017

Eu que nunca fui pessoa de fios

Fios, colares, e por aí fora... pulseiras e afins. Naaaa. Nunca tive grande paciência, verdade seja dita. Relógios sim, e anéis também adoro (quando tenho as unhas decentes!). Mas a única coisa com que não posso sair de casa sem... é sem duvida sem relógio! 

Conheci a Joyard através do Instagram e de algumas celebridades que sigo e que usam o famoso fio da marca. A mais recente foi Maria Luis, a mulher do nosso querido Pizzi do Benfica!

Trata-se de uma marca de jóias em prata, feitas à mão. E os fios característicos de que vos falo são com letras/ iniciais, à nossa escolha. 



Este pertence à querida Renata, uma das pessoas que melhor conjuga roupas nesta vida, senhores! Só nos conhecemos virtualmente, mas é uma querida - e gira que se farta! E é jurista, por isso só pode ser boa pessoa. Não é verdade? :) 


Opaaaa. ❤️❤️

O colar com as iniciais custa 60€, já o da cruz é 30€. 

E para já está assim no topo de uma wishlist que eu cá sei! 

Vamos falar sobre macacões

Macacões ou jumpsuits... eles chegaram com tudo! São uma peça indispensável em qualquer guarda roupa e adequam-se a qualquer situação ou festividade: dia-a-dia, trabalho, casamento, baptizado, aniversário, e por aí. 

E a nossa Zara brindam-nos (como já vem sendo habitual) com uns tão, tão giros! Ora atentem:

1.

2.

3.

4.

5.


Qual o vosso preferido?

Nestes saldos comprei mesmo, mesmo pouquíssima coisa. Nem sei o que se passa com a minha pessoa! Mas a nova colecção já tem coisas tão giras. Deus nos ajude!

8.04.2017

Podia ter-me dado para pior! #199

Então boa sexta-feira para quem trabalha :) 



Top: MISSANGA LOVE | Jeans: ZARA | Sandálias: TAPADAS | Relógio: MICHAEL KORS | Anel: CK


7.31.2017

Podia ter-me dado para pior! #198 especial ALGARVE

Afinal parece que ainda vos trago mais um look destas férias...! As fotos não têm a melhor qualidade porque - e como vão perceber pelas fotos - é um look absolutamente descontraído. E fomos mesmo para relaxar e aproveitar um bocadinho da excelente noite de verão que estava. Sem câmaras, sem grandes produções, sem make up nem nada que se pareça (apesar de ser sempre assim nas minhas férias!).

Férias que são férias são ao natural... já chega de produção o ano inteiro, para o trabalho e para tudo o mais.





Vestido: BERSHKA | Sandálias: TAPADAS | Bolsa: PARFOIS | Relógio: MICHAEL KORS | Fita cabelo: PHAX

7.30.2017

Podia ter-me dado para pior! #197 especial ALGARVE

E porque o que é bom acaba depressa... este será o último look destas férias a ser publicado aqui no blog. Mas acabamos em bom! :) 




Um dos meus looks preferidos destas férias (e sim, o mais pinky possivel! Como eu adoro!) 🎀 

Body: ZARA | Vestido: barraquinhas de artesanato por aqui (e presente do meu amor!) | Sandálias: PRIMARK | Mala: STELLA RITTWAGEN

7.27.2017

Os primeiros dois livros destas férias



Trouxe três comigo, e curiosamente os três foram presentes de aniversário. E em resultado do meu escasso tempo desde então, ficaram reservados para as férias. A minha média, nos quinze dias de férias costuma ser cerca de quatro livros. Os primeiros dias aproveito para descansar ao máximo e não pensar em absolutamente nada. (Para além de me bronzear) aí ao fim de uns cinco dias começo a sentir falta dos livros, das histórias, das personagens... e o bichinho ganha proporções gigantes. 

Engraçado é que o facebook me relembrou hoje, que o ano passado neste mesmo dia ia eu também para o terceiro livro das férias... coincidências giras!

Venho falar-vos muito por alto, e recomendar-vos os dois que já li. 

Comecei pela Kate Alcott (uma estreia para mim) com o seu livro Os sonhos que tecemos. Não devemos julgar um livro pela capa, mas com este título dá logo vontade de ler não é verdade? Assim foi. Gostei muito do livro, pois o mesmo retrata uma época em que as mulheres estavam absolutamente em segundo plano, mas é o momento em que estas começam a ter consciência da força que têm, das suas inúmeras qualidades e aptidões, e de que são indispensáveis à sociedade. É aqui que se dá a sua emancipação. Obviamente retrata aqui uma parca história de amor, mas apesar de tudo indicar o contrato, isso é o menos importante no livro e o menos retratado. Este é baseado numa história verídica de 1833, num momento de viragem na história dos EUA, que nos demonstra isso mesmo e essencialmente a força da amizade e dos nossos valores. 
Tem partes em que a história não avança muito - ou melhor dizendo, demora muito a avançar - daí não ser "o melhor livro do ano". Mas é bom. Gostei verdadeiramente de o ler, e adoro estas épocas, e todos os valores que lhes (eram) são intrínsecos (e que hoje em dia já são tão escassos). 


Alice Barrow desafia todas as convenções ao abandonar o mundo rural e tacanho onde nasceu. Numa época em que as mulheres são cidadãs de segunda categoria, o seu emprego na fiação da família Fiske é um passo importante rumo à emancipação. As "meninas da fiação" trabalham longas horas em condições precárias mas a alegria que as une é completamente nova para ela. Um dia, até dá por si a cometer a "extravagância" de celebrar o seu primeiro salário com a compra de um chapéu. É apenas um objeto mas vai ganhar a força de um talismã.
Inadvertidamente, Alice capta a atenção de Samuel Fiske, filho do dono da fábrica. Samuel é um enigma. Frio e impenetrável, tem o condão de contrariar frequentemente a própria família. O seu fascínio por Alice é a derradeira afronta aos pais e à ordem social. Será amor ou mero capricho?
O teste aos seus sentimentos será abrupto. Quando uma jovem muito especial aparece morta, toda a hierarquia de poder é posta em causa. O que se segue é um eco da luta ancestral entre ricos e pobres, poderosos e oprimidos. Apenas os mais determinados conseguirão vingar. Apenas um amor verdadeiro poderá sobreviver.





O segundo livro, é da minha Nora Roberts, e acabadinho de chegar às livrarias! Caminhos do amor. Estava eu felizmente à procura de um livro na Bertrand de portimão, quando inocentemente olho para a prateleira dos destaques e vejo NORA ROBERTS ( não têm noção da quantidade de vezes que isto me acontece e do TÃO BOM que é!!!) com o coração aos saltos e a transbordar de felicidade ainda nem tinha lido o resumo do livro e já sabia que ele  viria comigo para casa. 

Não só é absolutamente delicioso, como é uma nova TRILOGIA, IRLANDESA ainda por cima. ❤️❤️❤️ Desta feita, de três primos. Envolve magia, antepassados, cavalos, uma Irlanda verdejante, amor, confiança e verdadeira amizade (daquela que podemos confiar de olhos fechados, como se de uma verdadeira família se tratasse). Já chega para vocês? 

Vale tão, tão a pena. 


Sinopse


1.º volume da trilogia “Primos O’Dwyer” 

Iona Sheehan sempre ansiou por devoção e aceitação dos pais, mas foi só na terra da avó que recebeu os dois: Irlanda, país de florestas exuberantes, lagos deslumbrantes e lendas centenárias, onde o sangue e a magia dos antepassados fluem há gerações.

Iona chega à Irlanda apenas com as indicações da avó, uma atitude otimista perante a vida e um talento inato com cavalos. Perto do castelo luxuoso onde está hospedada, encontra os seus primos, Branna e Connor O’Dwyer. E como família é família, eles convidam-na para a sua casa e para as suas vidas.

Quando Iona arranja emprego nos estábulos locais e conhece o dono, Boyle McGrath, todas as suas fantasias se reúnem num só homem. Será que com ele vai conseguir viver a vida com que sempre sonhou? Infelizmente nada é o que parece. Um mal antigo espalhou-se na sua família e tem de ser combatido. E quando família e amigos lutam entre si, será possível encontrar os caminhos do amor?

7.24.2017

Podia ter-me dado para pior! #196 especial ALGARVE

A sétima noite em Portimão num dos meus sítios preferidos por cá (não a Marina), mas sim no NoSolo Aqua. As noites quentes voltaram (e que bem que nos soube!).






Look total: ZARA | Relógio: D&G

7.23.2017

E 7 dias já lá vão

Sem darmos por eles. O que é bom sinal, porque significa que estão a ser bem passados. 

A nossa casa é como o nosso coração. É um entrar e sair dos nossos. Uns chegam outros vão. Todos deixam saudades. Todos fazem dos momentos únicos e indescritíveis. Todos fazem falta. Mas acima de tudo, todos nos fazem felizes ❤️

Obrigada.






Já tinham saudades do Mingo não era? :)

Fato de banho: Springfield