1.28.2017

Programa para hoje ❤️

O último livro da trilogia "Hotel das Recordações" da minha Nora Roberts. Desde o dia 20 de janeiro!! Yeahhhh

O último. O que mais promete. O mais lindo. 

(Veremos quantos minutos aguento, com tanto cansaço)


Logo vos darei feedback, prometo. Não sei quando, mas darei. 

1.26.2017

New year, new home

Pois é meus amores, ano novo, casa nova! Ao que parece. Como podem calcular, entre o escritório, a Ordem e a pós-graduação - as mudanças, limpezas e afins - o meu pouco tempo livre tem sido qualquer coisa de maravilhoso. Tão maravilhoso, que às 21h penso que já são 2h da manhã. Buuut, há males que vêm por bem! E o que me pareceu uma má notícia logo para começar (mal) o ano, acabou por se demonstrar uma agradável surpresa! 

Depois de 15 longos dias, à procura exaustivamente de casa no OLX, e todos os sites idênticos, existentes neste mundo, tornou-se uma busca cada vez mais inalcansável... e até mesmo exasperante! Mas depois acontecem coisas maravilhosas... e pessoas boas (sim, são cada vez menos, mas existem!!). 

Não só encontrámos casa - eu e a minha melhor amiga - com a nossa senhoria nos comprou tudo novo, e ao nosso gosto ❤️ bom de mais para ser verdade não é mesmo? 

Por vezes dou por mim a pensar, em momentos como estes, que todo o bem que fazemos, inevitavelmente vem de volta para nós. Deixa me muito feliz saber que havia um monte de pessoas há procura de casa para nós, para não sairmos da zona, porque gostam muito de nós. Pessoas a disponibilizarem-se para tudo. Sim, porque casas novas em particular, e mudanças no geral, dão tanto, mas tantoooooo trabalho, Deus do céu! 

E isto, meus amigos, estes agradecimentos não têm preço. Está em nós, e essencialmente naquilo que somos, quando não precisamos de ser, quando não se espera que sejamos, sem receber nada em troca. Porque, um dia, todos precisamos - e inevitavelmente veremos todo esse bem retribuído. 

Obrigada ❤️

E bla, bla, bla, tudo isto para vos mostrar a nova decoração e o novo quarto (aka Pureza), porque estou tão, tão in love!









1.24.2017

E a grande vencedora é...

Achavam mesmo que ia ser assim tão fácil?

Beeem, segundo o random.org de entre os 10 primeiros comentários... só uma de vocês podia ganhar e levar o livro para casa (e ficar mega fã da Nora Roberts, ir a correr à livraria mais próxima comprar os restantes livros, etc, etc). 

Assim sendo, o random escolheu...


Logo, a grande vencedora é...



Muitos parabéns NoOno Monteiro! Muito obrigada a todas vocês, que participaram, de coração. ❤️ mais passatempos virão! 

Nota: a vencedora tem de enviar no máximo de três dias, a morada completa para proceder ao envio do prémio. Caso não o faça dentro desse prazo, selecionarei nova vencedora. 

Beijinhos! 

"Em nome da lua, vou castigar-te!"


A marca japonesa Creer Beaute acaba de lançar um conjunto de sombras de olhos, pincéis, pós bronzeadores, bases ou batons... das Navegantes da Lua!

Como assim? ❤️❤️❤️



Podemos ter tudo, por favooooor?

 
Bateu a saudade. 

1.21.2017

A Chiclet oferece...

UM LIVRO! Aos melhores leitores do universo: os meus pequenos Chiclets.



Prometi, cumpri!

Assim sendo, vou oferecer um livro a UM dos DEZ PRIMEIROS COMENTÁRIOS, sorteado normalmente através do random.com.

Mais simples impossível não é? Eu disse que iria ser o passatempo mais curto e fácil de sempre. Portanto, só têm de fazer um comentário neste post com a frase: 

"Eu sou o (a) melhor leitor(a) Chiclet, e mereço ganhar o livro!"


 PRÉMIO: um livro da Nora Roberts - "Um dia perfeito" -, no valor de 16,90€. 




De facto, não fica fácil.

Não se gostar da Melania Trump. Acho que ninguém quer simpatizar com ela, porque não, simplesmente. Ainda estamos em modo luto pelos nossos, yes, we can! 

Mas depois de aparecer com um macacão Ralph Laurent:


Aparece-nos nestes trajes na tomada de posse:





Fica difícil não se gostar dela, admitam?! 

Que senso de estilo, de bom gosto, de tudo, valhamenossassenhora

Relembrando aqui um pouco Jackie Kennedy em 1961, com as devidas adaptações: 


💙

1.20.2017

Unhas do mês #24

A princesa Carol esmerou-se como sempre. Apesar de absolutamente simples, adorei o resultado final. E hoje - eu, a queen das indecisões - decidi tudo rápido e certeiro. Sem arrependimentos! 

Acho a cor totalmente adequada a este inverno gelado que vivemos. Adorei mesmo este cinza. Havia dois tons mais escuros e um mais claro, mas no meio que está a virtude, não é verdade? :) 

Fica a sugestão!




E as mãos que não deixam de estar um autêntico cubo de gelo?! Já não se aguenta ☃️❄️🙄

1.18.2017

Sobre a Gratidão

No outro dia li este post do Às 9 no meu blogue:

"- ❥-

| no dia do obrigado | 

às pessoas que hoje têm o teu melhor mas que viram o teu pior e não desistiram de ti;  às pessoas que gostam de ti assim, que vêem coisas em ti que te esqueces de reparar; às poucas indispensáveis pessoas da tua vida: nunca te esqueças de dizer obrigada. 

porque essas são as tuas pessoas. as que, genuinamente, ficam felizes quando tu estás feliz. pessoas raras. pessoas nascidas sob o signo dos abraços fortes.
guarda-as sempre por perto. são as que te fazem bem, as que te tornam melhor e maior.

- ❥-"

É de facto, necessário, ser-se grato. Gratos por estarmos vivos. Gratos por ter-mos os nossos. Gratos pelas coisas boas que nos acontecem. Que são tantas! 

Quanto às coisas más? Cada vez mais me mentalizo de uma coisa: não existem coisas más - existem desafios. E não têm necessariamente de ser más, por vezes, só temos medo da mudança, medo do que desconhecemos. Mas acredito que há, de facto, males que vêm por bem. 

Às vez damos por nós a ser surpreendidos por pequenos gestos - muitos deles, tão só na base da educação (em vias de extinção) - que fazem o dia das pessoas que nos rodeiam. E que podem verdadeiramente mudar o dia de alguém. Já pensaram nisso? 

Façam o bem sem olhar a quem. Porque o bem, gera inevitavelmente, bem de volta para nós. Coisas boas geram coisas boas. Simpatia gera simpatia. 

Uma coisa que aprendi nesta minha nova vida de transportes públicos: ninguém diz bom dia a ninguém (muito menos ao motorista), toda a gente anda mal humorada e rabujenta, existe de facto, um má educação (ou falta dela) generalizada. E tudo isto, assustadoramente, é tido como normal. 

Se vamos em pé é porque vamos em pé. Se vamos sentados é porque vamos sentados. E sabem que mais? Faço, como aliás sempre fiz, questão de dizer sempre bom dia! Gosto de sorrir às pessoas. Ajudo alguém, quando necessário. Vou no meu lugar de sempre sem incomodar ninguém, e mesmo quando se incomodam, é favor respirar fundo cem vezes, e pensar que não queremos ser pessoas assim. (Claro que, na prática, nem todos dias são assim, but é melhor que nada e resulta). 

Hoje fiquei verdadeiramente feliz por uma pessoa que já tenho como amiga. Já o fiz noutras vezes, e por outras pessoas. Mas faço-o sempre de coração aberto, adoro puxar as pessoas para cima e tenho energia para mil (para os outros sempre, para mim nem tanto). Vejo sempre o lado positivo, e tento ajudar de todas as formas que possa. Mas ver os resultados desse esforço serem alcançados com sucesso, a felicidade, emoção e gratidão puras, das pessoas que conseguimos ajudar - de coração - a realizarem os seus objectivos? Não tem preço. E essa é uma das partes de mim da qual tenho orgulho e me faz feliz. 

Desculpem o desabafo. Não pensem que estou a descrever um mundo cor-de-rosa: a vida nem sempre é justa. Nem sempre estamos rodeadas de pessoas boas. Ou simplesmente, que gostem de nós. Ninguém é obrigado a gostar de todo o mundo, nem o mundo ou a vida agem sempre como gostamos ou queremos, nem quando gostamos ou queremos, de facto. Mas dêem valor às coisas boas, e por favor, sejam pessoas boas. Sejam a melhor versão de vós mesmos ❤️ cada vez mais me convenço de que recebemos sempre em troca, sem esperarmos, mil coisas boas da vida em resposta. 

Porque tudo o que de bom ou de mal fazemos, arranja forma de vir para nós. 



1.17.2017

New collection, new collection, que nos trazes tu?

De bom, esperemos.

Pequenos Chiclets do meu coração, em tempos de saldos, quem encontrar algo minimamente tentador na nova colecção... é rei! 

Tentei fazer aqui um apanhado para vocês, das - ainda muito poucas - coisinhas boas (e giras, que é o que se quer) que podem encontrar nas novas colecções por aí fora. Não foi tarefa fácil: a Zara tem muito pouca coisa que se aproveite neste momento (até me dói o coração em dizer uma coisa destas!), na Bershka (para variar) não consegui encontrar uma única peça decente, que me saltasse à vista, a Pull surpreendeu-me (muito!) pela positiva! (Calma, já vos mostro tudo). A Primark com algumas boas surpresas, no entanto há que ter (muitaaaa) paciência para repescar as coisinhas giras naquele terceiro mundo péssimo, no geral. (A sério, qual é a piada de saldos na Primark? Esta já é uma marca low cost, e que é suposto estar em modo saldos, salvo seja, o ano inteiro. Assim só mais do mesmo - mas pior! - peças em todos os estados de deformação que possam imaginar. Muito por culpa das pessoas que parecem animais selvagens e mandam tudo para o chão, na melhor das hipóteses. Mas adiante!)

A stradivarius, por fim, também não tem assim nada, nada de especial por enquanto, mas lá consegui repescar uma peça ou outra. 

Espero que gostem e principalmente que ajude :) 

ZARA



PULL & BEAR



STRADIVARIUS 



PRIMARK


E então, qual o vosso look preferido desta nova colecção? 

1.15.2017

Tenho um desafio para vocês!

Chamem-lhe o que quiserem, ou simplesmente boa vontade. Altruísmos à parte, eu adoro ler e como bem sabem, a minha autora preferida é a Nora Roberts. Mas acho que já chega de bla bla bla e mostrar provas vivas do quão bom são os seus livros, nada! 

Daí que me lembrei de fazer um género de mini-passatempo, assim nada de muito elaborado, e oferecer-vos um livro (um dos meus preferidos!). 

Por isso, deixo-vos o desafio: 


E fico à espera da vossa opinião na caixa de comentários :) bora daí? 

8 casacos que não vais querer perder

Neste frio polar que se vive, e nas baixas de temperatura (ainda mais?!) que aí vêm, há que ser prevenida: mas para andar quente (ou até mesmo formal, para quem tem profissões que a isso obrigam, like me) não temos propriamente que andar deselegantes. 

Por isso hoje trago-vos 8 sugestões de uns casacos giríssimos da Primark, a nossa low cost preferida:

1.

30.00€


2.
21.00€


3.

40.00€


4.
30.00€


5.

25.00€


6.
30.00€



7.

30.00€



8.
30.00€



Não tão low cost quanto isso, é certo. Andam a esticar-se um bocadinho nos preços, mas vá. 

Qual o vosso preferido? :)

1.14.2017

O dia 14

Do primeiro mês do ano, é sempre um dia especial, pelo menos de há uns dois anos para cá. 

É o dia do 2º aniversário do meu bebé. E da minha babe Mafs!


O 2º aniversário do meu bebé 🐶🎈 o meu rocky, rockinha, rockitita, rocky man. A bestinha mais querida deste mundo. O cão mais mimado à face da terra. Ele é assim: rouba os corações com facilidade, é um coração mole e absolutamente vendido a quem lhe der mais mimo, na sua maneira muito própria (e bruta) de o demonstrar. É o nosso menino, porque ele não é só meu, é um bocadinho de todos aqueles que passam por ele (e principalmente de todas as tias que o adoram). Ele é tão absolutamente especial. Tão chato que dói! Carente até mais não. Mas aquelas ruguinhas... não há  coração que lhes resista! ❤️ meu amor pequenino, cabias na dobrinha do pescoço (onde adoravas dormir em bebé) e hoje já nem aguentamos com o teu peso.  Feliz aniversário! ❤️ com amor, a mamã.



A minha baby Mafs! Tantas saudades nossas. ❤️ love u arrasadora! 

6 produtos que ninguém vai de propósito comprar



Só eu. É que ir à PRIMARK de propósito comprar este tipo de coisas, TÃO essenciais é, no mínimo, caricato. But, its me! 

Umas coisas para o escritório, duas capas para o iPhone, um rolo para tirar pêlos e uns discos de algodão. Entretanto, embora possam duvidar, vim de lá muitíssimo satisfeita! Trouxe tudo o que precisava, com o extra de duas capas (que não precisava), mas que adoro e que nunca são demais. 


E quanto acham que gastei nisto tudo? 

1.13.2017

Filmes da Chiclet #32 | Porquê ele?

E o primeiro filme do ano... tinha de ser uma comédia!



Porque para dramas e tristezas já temos tantas e tantas coisas do dia-a-dia, e rir faz bem e dá-nos vida. :) pronto, já parei com as filosofias baratas. Sorry

Pessoalmente, não sou grande fã do James Franco (não me lancem já esses ataques mortíferos), aliás, não sou, de todo mesmo. Pasmem-se!

Mas o filme está terrivelmente divertido! Ele interpretou muitíssimo bem o seu papel. E no geral, cumpriu o que se quer de uma boa comédia: momentos divertidos, gargalhadas até mais não, momentos hilariantes, um pouco de sentimentalismo pelo meio... e umas 2h bem passadas. Quanto a isso: check!

Neste filme, Ned (Bryan Cranston), o dedicado e superprotector pai de Stephanie (Zoey Deutch) visita a filha e conhece o namorado de quem nem sequer sabia da existência: Laird (James Franco), o ser mais estranho que ele alguma vez viu, (porém) bem intencionado, e um bilionário da internet. 

Desenvolve-se assim uma rivalidade entre Ned e Laird, mas o melhor de tudo é o quanto ambos são parecidos interiormente e enquanto pessoas. Ambos são extremamente honestos, boas pessoas, trabalhadores... e amam Stephanie. Mas por fora, não podiam ser mais diferentes um do outro! 

Ned é o pai conservador, das camisas e pullovers. Cheio de ideias fixas e toda uma vida delineada ao milímetro na agenda e na sua cabeça. Tem uma tipografia... e consequentemente, adora papel. 

Laird é uma pessoa pura, sem maldade, um coração generoso, que pensa nos outros em primeiro lugar... é só quer pertencer a uma família. Coisa que nunca teve. Tem vários senão's: diz 10 palavrões por frase proferida, tem mil tatuagens... e é uma pessoa absolutamente sem quaisquer filtros. Ah, importante: não usa papel. E é o homem da internet, dos jogos e da era virtual. 

Acho que chega a um ponto, em vários momentos do filme, em que nós colocamos na posição de cada um deles. E compreendem-se ambos os lados. Mas o mais importante? Tudo acaba bem. 

O filme é bom, e eu recomendo-o. Tem tudo o que se quer numa boa comédia, por isso, não ficarão desiludidos. 

Quero opiniões pequenos Chiclets :)




P.S.: acho que todos vamos querer sanitas japonesas inteligentes. Just saying :)

1.12.2017

É a loucura, senhoras!

Preparadas? Depois de dois longos anos de espera... eis que chega a nós o segundo filme da saga Cinquenta Sombras de Grey, desta feita "As Cinquenta Sombras Mais Negras", referente ao segundo livro. 

Estou muito, muito ansiosa! Até porque todo este enigma envolvente (e excelente  jogada de marketing, by the way), nos deixa mais ansiosos para a estreia. 

E sim, eu vou elevar as expectativas como bem entender, porque ou muito engano, choverão críticas "dos entendidos", "ofendidos" e "púdicos", de seu nome, que estranhamente são sempre os primeiros a ver o filme. 


Portanto têm... a partir de HOJE, 4 mil bilhetes à vossa espera e a esgotar num ápice. 

O filme estreia a 9 de Fevereiro (desiludida aqui, porque pensei que fossem novamente fazer a estreia no dia dos namorados) e uma vez mais haverá direito a embalagem especial. 

Esta foto foi há dois anos, quando comprei os bilhetes e ofereci às minhas amigas: 


Vão perder, ou nem por isso? 

❤️

1.09.2017

Golden Globe Awards 2017 | OS MELHORES

Vamos lá dar início às hostes! Este ano começamos pelos melhores - os meus preferidos - e tenho a dizer-vos que, apesar de não haver nada de absolutamente extraordinário, é talvez o ano em que menos desastres de moda houve. Claro que há sempre aquelas alminhas caridosas, que gostam sempre de abusar da originalidade, e convenhamos, se assim não fosse não tinha piada nenhuma, não é verdade? 

No entanto, preparem-se meus amores: os maus, são mesmo muito maus.

Vamos lá então aos 10 melhores LOOKS da noite: 

1.

Blake Lively em Atelier Versace (como assim esta mulher teve bebé há pouquíssimo tempo?!) Ela sabe o que faz. ❤️

2.

Heidi Klum ou palavras para quê? Quando se está ininterruptamente em todos os pódios, ano após ano. (Pelo menos alguém que nunca nos falhe)


3.

Gillian Anderson no romantismo de Jenny Packham


4.

Julia Louis-Dreyfus em Edition by Georges Chakra

5.

Felicity Huffman em Edition by Georges Chakra (palmas para o macacão!!)


6.

Ruth Negga em Louis Vuitton


7.

Mandy Moore em Naeem Khan


8.

Sofia Vergara em Zuhair Murad (Gostei - muito! - que ela tivesse mudado o estilo de vestido que usava ano após ano. Porque ela está sempre bem, é um facto assumido e provado. Mas mais variações destas por favor)

9.

A nossa Aria Stark, tão nova e já com tanto senso de estilo. Tão Stark. 💛

10.

Gwendoline Christie (ou a nossa querida Brienne de Tarth de Game of Thrones), em Vivienne Westwood



Qual foi o vosso preferido? Concordam com a ordem de preferência?