3.30.2017

Ao meu pai ❤️


Parabéns ao melhor pai do mundo ❤️

No fundo, somos muito iguais. Divertidos, q.b., reservados em demasia. Justos, correctos e de palavra.

Porque foram sempre esses os valores que nos ensinaste: os melhores. Aqueles que tanto estão (infelizmente) hoje em deseuso. Mas que fazem de nós "os bons miúdos" de hoje.

Porque é isso que me dizem quando me falam de ti: dão-me os parabéns pelo pai que tenho! Pelo grande homem que é, pelos seus valores (tão indissociáveis de ti), princípios e bom coração. Pelo homem de palavra daqueles que já não se fazem.

Depois de uma infância dura e desafecta, és mil vezes melhor do que se tivesses recebido tudo aquilo que nos dás. Porque tudo o que és e fazes é para, e fundamentalmente, por nós. 

Não somos de demonstrar muitos afectos, mas ambos demonstramos o quanto gostamos um do outro, e uns dos outros, da melhor forma que sabemos. 

Não há muitos elogios, mas há sorrisos (quando ris já sei que gostaste ou que estou bonita!), e há olhares marejados de lágrimas. Brilhantes de orgulho e de felicidade. Depois há todas as pequenas coisas que fazes por nós. E que, julgo, retribuímos bem. 

São, vocês os três, o melhor que a vida me podia ter dado. E penso que a vida te está a retribuir da melhor forma que sabe: o que não recebeste um dia, certamente, o recebes hoje e receberás um dia, de nós. 

Desculpa pelas vezes que te deixei triste, ou que não fui tudo aquilo que poderiam esperar. Todos os dias, são vocês a minha força. E a minha felicidade. 

Só posso agradecer, todos os dias, por tudo, da melhor forma que sei: tentar ser a melhor filha que uns pais podem querer. 

Porque eu amo-vos mais que tudo neste mundo! 

Obrigada por tudo, pai. ❤️

Amo-te muito!




Podia ter-me dado para pior! #175








Casaco: STRADIVARIUS | Jeans: TOMMY HILFIGER | Camisa: IMPERIAL (Casiragui Forever) | Ténis: ADIDAS SUPER STAR | Mala e Relógio: MICHAEL KORS

3.28.2017

Podia ter-me dado para pior! #174

Depois de um dia de trabalho...







Uma ida à Casiragui Forever, da nossa Cristina Ferreira 💛 um espaço lindo, super elegante, e um atendimento absolutamente fantástico. 


Com paragem na Ericeira, num excelente final de tarde 💛




Casaco, blusa e botins: ZARA | Calças: STRADIVARIUS | Mala e relógio: MICHAEL KORS

3.25.2017

iPhone solidário ❤️

Apenas mais um bom motivo para amarmos a Apple. ❤️

Quando comprar um iPhone 7 RED Special Edition, estará a contribuir diretamente para o Fundo Mundial no apoio a programas de luta contra o VIH/SIDA e a ajudar a criar uma geração livre de sida.




Só podia ser vermelho, não é mesmo? 

Podia ter-me dado para pior! #173

Mais uma manhã de sábado com aulas da pós-graduação, volvidos já cinco meses desde que passei a entrar oficialmente de fim de semana apenas ao sábado a partir das 13h! Perdem-se umas coisas, é verdade. Custa? Custa um bocadinho. Mas ganha-se muito mais, e é uma gratificação sem preço

Adiante, ouvi dizer que já estamos na Primavera, será verdade? 

Pois... porque para além disso, estamos em finais de março... com chuva, vento, e muito, muito frio! 

Enfim! É o que temos não é verdade? 

Foi MUITO resignada que lá vesti um colete invernoso (que adoro, by the way!), já a camisa é da nova colecção e foi um presente do meu amor. ❤️ 








Look total: ZARA | Ténis: MLV Portuguese Shoes | Relógio: MICHAEL KORS | Mala: MOSCHINO

3.24.2017

Filmes da Chiclet #36 | A Bela e o Monstro

Este é o filme que nos leva de novo à infância, àqueles tempos maravilhosos em que acreditamos no melhor das pessoas e em que julgamos que todos os sonhos se podem tornar realidade.

Que eu sou uma Disney Lover não há qualquer duvida. Amo, amo, amo tudo o que tenha a ver com a Disney.  Estar na loja da Disney é o equivalente a uma criança com um doce. E a viagem à Disney é um sonho, muito, muito antigo! Um dos muitos, no que diz respeito a viagens. Vai com toda a certeza ser uma das viagens mais felizes que farei!

Mas adiante, este não é o meu filme favorito da Disney, e da minha infância, mas está bem pertinho, no meu top 3.  O primeiro não podia deixar de ser o meu Rei Leão! Mas este sempre foi um dos que mais gostei e... como não amar? até é do ano em que nasci!

Desde as músicas às personagens, sem esquecer os cenários e a mensagem, é um filme perfeito do princípio ao fim.  Tão, mas tão bom.

Há muitas coisas que não estavam no original da Disney, mas essa inserção é feita de forma subtil, natural e sem nunca pôr em causa a história original. Diria até que esses pequenos acréscimos só vieram enriquecer mais o filme e a história em si. 

A Bela é uma rapariga muito à frente para o seu tempo, que dá a vida pelo seu pai e que nunca, em momento algum, desiste de o voltar a ver. Apesar de ser feita prisioneira (o que de certa forma nem aconteceu, concretamente) ela tenta lidar com a situação da melhor forma que consegue. Vemos isso de todas as vezes que faz frente ao Monstro - destemida, talvez a sua maior qualidade. A par da inteligência, interesse e verdadeiro gosto pela leitura. E o facto de ver o melhor das pessoas - o seu interior. Tentando trazer ao de cima, o melhor de cada um. Como fez com o Monstro. Mas quanto, de tudo isto, não podemos transpor para a realidade? 

Esse é um dos motivos porque sempre adorei a Disney. Faz nos sonhar. Ensina-nos a amar os outros, sem preconceitos, a vermos o melhor de cada um, porque no fim de contas é isso que importa. E a brincar, a brincar, através de histórias que nos fazem sonhar e nos levam para fora da nossa crua realidade por cerca de 2h e meia de filme. 

Todas as histórias da Disney têm uma lição. De todas retiramos uma qualquer aprendizagem. 

Mostrem a criança que há em vós, a parte sonhadora, humana, e feliz... e vejam - vejam mesmo! - este filme. Vale tanto, tanto a pena. 

Quanto à prestação da Emma Watson sou fã dela desde o Harry Potter (como não a amar depois do “It’s Levi-o-sa, not Levio-sa”). Eu e meio mundo de gente, naturalmente. Porque éramos pequenas criancinhas, que do alto da sua inocência, tinham verdadeiro gosto em ver um filme. Em adorá-lo. E não tínhamos como primeira preocupação pôr defeitos em
Pequenas curiosidades sobre ela:
- sempre ter sido boa aluna;
- parou a carreira para ir para a universidade;
- é defensora acérrima dos direitos das mulheres. 
- valoriza o que tem (os pais fizeram-na viver com uma mesada insignificante até aos 18 anos, sendo ela milionária. Exacto.)
Ainda não chega para a adorarmos? Claro que sim.
Na minha opinião - que vale que vale - ela esteve perfeita no papel e fez-me lembrar por diversas vezes a Bela. Tem a doçura, a inocência, o carisma. Adorei, simplesmente.
E pronto, já sabem que é ma-ra-vi-lho-so (vezes mil!) por isso façam um favor a vocês mesmos e vão ver, por favoooor! 
Nota: pronto, pronto. Ninguém é perfeito não é? Nem um filme da Disney. Apenas um pequeno reparo - a música estava altíssima durante todo o filme, demasiado mesmo, e fez-me alguma confusão, confesso. Tirando que o filme não precisava ser praticamente todo cantado, mas vá, está tão bom e fez-nos tão felizes que até isso lhe perdoamos.
Deixo-vos o trailer:




3.23.2017

E um dos livros mais aguardado de 2017 é...


Escrito na Água, de Paula Hawkins. Siiim, a autora do "A Rapariga no Comboio".

Mais um thriller intenso, da autora daquele que promete ser outro bestseller mundial.





SINOPSE:

Nel vivia obcecada com as mortes no rio. O rio que atravessava aquela vila já levara a vida a demasiadas mulheres ao longo dos tempos, incluindo, recentemente, a melhor amiga da sua filha. Desde então, Nel vivia ainda mais determinada a encontrar respostas.

Agora, é ela que aparece morta. Sem vestígios de crime, tudo aponta para que Nel se tenha suicidado no rio. Mas poucos dias antes da sua morte, ela deixara uma mensagem à irmã, Jules, num tom de voz urgente e assustado. Estaria Nel a temer pela sua vida?

Que segredos escondem aquelas águas? Para descobrir a verdade, Jules ver-se-á forçada a enfrentar recordações e medos terríveis há muito submersos naquele rio de águas calmas, que a morte da irmã vem trazer à superfície.


Um livro profundamente original e surpreendente sobre as formas devastadoras que o passado encontra para voltar a assombrar-nos no presente. Paula Hawkins confirma, de forma triunfal, a sua mestria no entendimento dos instintos humanos, numa história com tanta ou maior intensidade do que A Rapariga no Comboio.

Ansiosos? 

O lançamento é no dia 02 de Maio, mas já existe em pré-venda na Bertrand online. 

3.19.2017

Podia ter-me dado para pior! #172

Directamente do meu Ribatejo... ❤️









Body: ZARA | Calças: SALSA | Sapatos: PRIMARK | Relógio: MICHAEL KORS | Anel: CK | Mala: MOSCHINO | Batom: ORIFLAME 

3.17.2017

Os ténis do momento

Não há ser neste mundo, que se preze, que não tenha os ténis do momento: os lacinhos. Os ténis originais são os da PUMA, mas as réplicas ou inspirações que já se encontram facilmente em qualquer loja, não lhes ficam atrás. Ou melhor, minto: de facto ficam aquém destes... mas é apenas no preço! 

Deixo-vos três sugestões (as que mais gostei até hoje). E não, nenhuma delas é da Zara, sorry. Também os têm, mas não os adorei particularmente, e também já não têm foto no site. Por isso vamos ter mesmo que nos contentar com estas (que não estão nada mal, meus amores!), ora atentem lá: 



PUMA - 90.00€






MARIA MANGERICA - 32.00€





LOJA IVENS (Santarém) - 29.90€







(todas as fotos são retiradas dos sites/ páginas oficiais) 

3.15.2017

Podia ter-me dado para pior! #171

Bem, uma vez que o S.Pedro anda com depressão pré-verão (e para bipolar já chego eu), há que dar um toque de cor a estes dias, porque com a temperatura já sabemos que não podemos contar. Ora temos 26º graus, e toca de vestir roupa fresca, ora acordamos e estão 8º graus, e toca de ir buscar os casacos todos outra vez! Naaaão se aguenta. 

Daí que hoje decidi contrariar o cinzento do dia 💛







Casaco, jeans e botins: ZARA | Blusa: STRADIVARIUS | Mala: MOSCHINO | Relógio: MK | Óculos: beauty closet